PESQUISA DE EQUIPAMENTOS

Pesquisa personalizada

10 junho 2006

DASSAULT AVIATION MIRAGE 2000-5 MK 2. O ultimo integrante do "mito" delta.


DESCRIÇÃO
O Mirage 2000 foi desenvolvido em meados de 1975/ 78 para equipar a força aérea francesa em substituição a os Mirage 3 e F-1. Por isso muitos pensam de que se trata de uma velha aeronave quando se fala sobre esse excelente caça, porém , eles estão muito enganados. O Mirage 2000 foi atualizado e hoje é eficaz nesse início do novo século.
A versão de que tratamos acima é o Mirage 2000-5 MK2. Nesse caça foram mudados muitos itens de sua aviônica, e mesmo seu motor que foi trocado por um modelo atualizado do SNECMA M-53 que recebe o nome de M-53 P2 que teve seu empuxo melhorado em 1000 kg de empuxo
.

Acima: Este Mirage 2000 mostra sua capacidade de manobra em uma curva e com o motor a toda potencia.
Mas a maior atração desse desenvolvimento ficou por conta da troca dos radares RDM pelos novos e muito capazes RDY, que dão ao Mirage 2000, maior alcance de detecção (130 Km) e capacidade multialvos, uma vez que com esse radar se pode plotar 24 alvos, sendo que desses, pode rastrear 8, e ainda, apontar os 4 alvos mais importantes para serem atacados simultaneamente com o avançado míssil MICA. Essa capacidade excede ao de seu mais próximo concorrente no, mercado, o F-16, que não tem essas qualidades de ataque Ar Ar.

Acima: Um dos prmeiros protótipos do Mirage 2000-5 armado com sua configuração de defesa aérea tipica. São 4 misseis MICA sob a fuselagem e 2 misseis Magic-2 nos cabides sob as asas.Os miseis Miagic 2 estão sendo substituidos pelo MICA IR, atualmente.
A manobrabilidade desse caça é considerada boa no geral, mas é bem inferior à dos novos caças, já que se trata de um avião de 3º geração, portanto, uma geração atrás dos novos caças, e 2 gerações atrás do Su-47 Berkut ou o F/A-22. O interessante a respeito da manobrabilidade do Mirage 2000-5 é que embora ele tenha um limite de 9 G para manobras, equivalendo-se a qualquer dos caças de 3º, 4º geração, ele pode, em momentos críticos, chegar a 13,5G, o que é realmente impressionante se considerarmos que super caças como o Super Flanker, suporta 10,5G. Outra consideração que vale a pena repetir entre as capacidades desse caça é a combinação que o radar RDY, mencionado antes, tem com o míssil MICA . Esse míssil tem capacidade de destruir um inimigo a 50 km, e também de atacar alvos à curta distancia, substituindo o míssil magic 2 e o míssil super 530 D. Existe a versão IR (guiada por calor) e a versão EM (guiada por radar ativo) do tipo dispare e esqueça. Esse míssil tem vetoração multidirecional no bocal de saída do motor, o que permite a ele, executar manobras muito violentas, podendo chegar a 50 G.
Acima: Um Mirage 2000 -9 (versão de Abu Dabi) mostra seu pesado armamento de 6 MICA e o Missil de cruzeiro Apache no cabide central sob a fuselagem.
Além do armamento Ar Ar, o Mirage 2000-5, pode ser armado com o poderoso míssil de cruzeiro APACHE, que equipa o Rafale também. Com essa arma, o Mirage pode atacar seus alvos em segurança pois as ameaças antiaéreas como os mísseis de médio alcance e mesmo os de longo alcance estariam fora do seu envelope de uso dado ao maior alcance do missil Apache. A variedade de ogivas que podem ser armadas nesse míssil o torna apto a atacar qualquer tipo de alvo terrestre. Para missões de ataque nuclear, o Mirage 2000-5, transporta o míssil de cruzeiro ASMP com uma ogiva nuclear de 150 Kilotons (6 vezes mais potente que a jogada em Hiroshima), com um alcance de 300km. No futuro o Mirage poderá ser equipado com o Matra SCALP, uma variante do míssil APACHE e Storm Shadow, que terá uma ogiva única de altíssimo poder explosivo, e que terá um alcance de 400 a 600km, alcance , esses, muito respeitaveis.
Acima: A razão de subida do Mirage 2000, é uma das maiores do mundo, atingindo os 16200 mts/ min.

FICHA TÉCNICA DE DESEMPENHO
Velocidade de cruzeiro: mach 0.98
Velocidade máxima: mach 2.20
Razão de subida: 17000m/min
Potência: 0.88
Taxa de giro: 22º/s
Razão de rolamento: 270º/s
Raio de ação/ alcance: 970km/ 1940km
Alcance do radar: 130km
Empuxo: Snecma M-53 P-2 com 9700Kgf de empuxo maximo.
DIMENSÕES
Comprimento: 14,36m
Envergadura: 9,13m
Altura: 5,20m
Peso: 7500kg
ARMAMENTO
Ar Ar: Míssil MICA Radar/IR, Magic2
Ar Terra: Míssil APACHE, Bombas guiadas a laser, Beluga, Durandal, míssil AS30, ASMP.
Interno: 2 canhões DEFA 554 de 30mm

ABAIXO, UM VIDEO DE DEMONTRAÇÃO DO MIRAGE 2000 FEITO NA FEIRA AÉREA RUSSA MAKS

100 comentários:

luiz disse...

o mirage 2000c adquerido pelo brasil é melhor q o f-5m?
t+

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Luiz. Respondendo diretamente, eu afirmo que o F-5EM é um caça mais perigoso que o Mirage 2000C. Explicando, agora, o motivo dessa resposta, eu lhe digo que o Mirage 2000 adquirido pelo Brasil é de uma versaõ obsoleta, e seus avionicos e armamentos são de geração anterior ao que é usada pelo nosso F-5EM modernizado. Por outro lado, admito que o Mirage 2000 voa muito melhor... ele é muito mais agil, manobravel e rapido, sendo que a versão "traço" 5, descrita no artigo dessa mensagem, é uma aéronave bem melhor que nosso F-5EM. É uma pena que a versão adquirida do Mirage 2000 não seja a do texto.
Abraços

luiz disse...

o mirage 2000c nao pode passar por uma modernizacao pra melhorar seu desenpenho?
t+

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Luiz. A modernização é possivel sim, porém muito cara de ser implantada. Por isso o comando da FAB devem optar pela substituição simples desse caça por outro mais moderno.
Abraços

Jean Clair disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jean Clair disse...

Eu acredito que o grande defeito dos nossos Mirage 2000 é não poder utilizar o míssil Mica. Se apenas o radar fosse substituido pelo Thales CF 400, além dos instrumentos do cockpit e um data link com os R-99A, acredito que o custo-benefício seria extremamente compensador. Os mísseis Mica IR e RF o trariam novamente a condição de letal vetor de interceptação;

Leandro disse...

Prezado Carlos...lendo o que vc respondeu ao colega Luiz, gostaria de complementar a pergunta dele com o seguinte questionamento, entre o Mirage 2000c e o F-5M qual dos dois é o melhor vetor de defesa para o Brasil?
Ao invés de termos adquiridos 12 Mirage 2000c, não teria sido mais interessante termos adquirido 22 F-5E e modernizá-los para o padrão F-5M? Usando assim esse caça no sul, no Senta à Púa e no GDA!

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Leandro. O F-5EM não vai muito longe na missão de interceptação e ele é bem menos veloz que o Mirage 2000. Sendo assim como interceptador, o Mirage 2000 é mais adequado, quanto que o F-5EM é melhor em missões de superioridade aérea pos seus sistemas de armas estão mais atualizados.

Bad disse...

Olha Carlos...
gosto muito do seu blog, pois ele retrata o quadro atual das defesas do planeta,agora vamos ao que interessa.? queria saber na sua opinião qual o melhor caça para o Brasil no inicil do FX, Mirrage 2000-5,F-16, Su-27, Gripen, se ele tivesse sido concluido logo no inicio entre 98 a 00 a qual a deiferença entre o fx-2 atual que tem como concorrentes o Rafale , Gripen e F-18/f...
E por ultimo com a desistencia do Brasil pelo o Su-35 Bm que na minha opinião e o melhor caça de 4++ geração o Brasil perde o Pak-Fa qual o resultado das perdas evidentes desse caça de 5 gerção...

obg pela atenção...e continue sempre com esse blog que é a o melhor da atualidade..

vlw...

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Bad. Obrigado pelo elogio.
No FX-1 eu gostava do Gripen e do Su-35 (não era o Su-27). Já no FX-2 eu considerava o Su-35BM (nova versão do Su-35 que foi ofertada) o melhor concorrente. Porém houve problemas na apresentação documental russa que não deixava claro a questão de transfer~encia de tecnologia. Entre os caças finalistas eu prefiro o Rafale, que embora seja caro de manutenção, é o mais capaz dos modelos. Mas de qualquer forma, qualquerum desses 3 finalistas que vier, será um incremento enorme na capacidade de combate da FAB.
A questão da "5ºgeração" não é, para mim, um assunto tão emergencial pois a maior parte dos país estão renovando sua frota com caças de 4º geração. O F-35, taão aclamado como de 5º geração, não cumpre um dos requisitos para ser considerado dessa geração. Ele não voa em super cruise. Além de que sua invisibilidade, nos modelos exportados, está sendo questionada, pois os EUA não costumam forner esse tipo de tecnologia. veja o Japão e Israel. Ambos os paises tiverem um "sonoro" NÃO quando solicitaram a venda do poderoso F-22Raptor para suas forças aéreas.
Acredito que essa rtestrição caia, num futuro proximo.
Abraços

Bad disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bad disse...

Ola Carlos...?

O que quis perguntar é se valeu apenas demorar esses 10 anos para adquerir esses caças para Fab, ou deveriamos concluir logo em 99/00.l,a evolução deles valeu apenas para toda essa demora../ mirrage vs. Rafale/ gripen AB vs Gripen NG/Su-35 vs Su-35 BM e assim vai...

minha outra duvida é si os russos fizesem um trabalho para diminuir o rcs do su-35bm no radar com material ram e etc ele ficaria de pé de igual com o f-35 ou não, sabemos que o rcs do f-35 e + ou - 0,0001 quanto o su-35 poderia ficar...?

obg pela atenção e até logo...

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Bad. O Su-35 tem tratamento para diminuição do RCS. Porém ele não chega nem perto do F-35, que é um caça projetado desde o começo com o objetivo de ser furtivo.
O F-35 de exportação poderá ser menos furtivo....
Abraços

luiz disse...

a franca conta com quantos mirage 2000?
t+

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Luiz. A França tem, aproximadamente, 260 Mirages 2000.
Abraços

Alexandre disse...

Caro amigo Carlos Santis, quantos meios a França possui da versão M-2000-5 MK2, e quais países mais utilizam dita versão, e quantas unidades possuem?

Creio, que se realmente for confirmada a compra pela FAB dos RAFALES, receberemos uns 12 caças tampão deste modelo, assim foi ofertado pela DASSAULT, e creio que poderiamos ficar com os mesmos, poís são excelentes vetores.

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Alexandrer. A França não dispões de nenhuma unidade do MK-2. Eles possuem, porém 37 unidades de Mirages 2000 modernizadas para o padrão -5. nenhuma nação possui a versão MK-2.
Abraços

Wilson disse...

Olá Carlos!!!

É verdade que se o Rafale for escolhido no F-X2, o Brasil poderá comprae mais 12 Mirage 2000 e modernizá-los para o padrão 2000-5 MK2? Se não qual será a aeronave mais adequada para substituir os F-5 e AMX?

Abraço!!!

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Wilson. Essa história do Mirage 2000 fo cogitada, porém não no modelo MK-2. O F-5 e AMX, com o tempo, deverão acaber sendo substituido, também pelo vencedor do programa FX-2, fazendo com que haja apenas um modelo de caça na força. Por isso é que a capacidade multimissão é tão importante nos requisitos do FX-2.
Abraços

Wilson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Wilson disse...

Não gosto muito dessa ideia de só possuímos um único vetor de caça.

você acha que só iremos utilizar o f-x2 ou a FAB adiquirirá outro modelo, mesmo sendo de segunda mão(porém moderno)?

abraços!!!

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Eu acredito que a FAB, no final de contas, irá operar dois vetores mesmo. Será o FX-2, comprado zero km e um caça de segunda mão que virá no lugar do AMX e F-5EM. Mas eu já gosto da idéia de se operar um unico vetor de bom desempenho. Na pratica, qualquer um dos caças da concorrência, é superior a qualquer um dos jatos em uso no Brasil. Por isso, s[o, já seria um ganho de desempenho formidavel.
Abraços

Wilson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Wilson disse...

Agora, você acha que além dos 120 Rafale F3, a FAB pode adiquirir uns 60 Rafale na versão F.2 para o Rafle na variante F.3 não ser usado tão intensamente? Seria mais barao e teriamos um só vetor de caça?

Abraço e parabbéns pelo blog.

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Wilson.
Obrigado pelo elogio.
Não creio que a FAB viesse a dquirir Rafales F-2. O FX-2 tem no modelo F-3 a sua versão do rafale. No futuro, será só esta versão que estará em produção.
Abraços

Alcebíades disse...

carlos
gostaria de te perguntar a questao de geraçao dos avioes visto que em outro texto que li dizia que a versao antiga do mirage 2000 jah era de quarta geraçao e essa se encaixaria junto com o rafale typhoon e su-35bm na geraçao 4++
entao gostaria de pergunta lo como realmente funciona?

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Alcebiades. O Mirage 2000 é um caça de 3º geração. Sua versão -5MK-2 poderia ser classificada como de 4º geração visto sua capacidade multifunção. A 4º geração é a ultima geração de caças não invisiveis. A partir dessa capacidade os caças começam a ser classificados de 5º geração.
Abraços

cristianocorreamc disse...

SÓ GOSTARIA DE SABER QUAIS CAÇAS SÃO OS MELHORES, OS F16 QUE O CHILE COMPROU, O SUKHOI VENEZUELANO OU ESTE MIRAGE 2000 DA FAB E SE O RAFALE ESTA A ALTURA DOS CAÇAS QUE FORAM ELIMINADOS DO PROJETO FX2?

OBS: ACHEI SEU BLOG BEM OBJETIVO E QUERO TE DAR OS PARBENS POR ISTO.

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Cristiano.
O rafale é superior aos caças Super Hornet e Gripen. Apenas o caça Su-35BM, desclassificado no inicio do programa FX é que supera o Rafale.
O Rafale, também, é um caça superior ao F-16 chioleno e ao Su-30 venezuelano, pois o Flanker do Chaves, é uma versão mais simples do caça russo.
Obrigado pelo elogio.
Abraços

Probus disse...

Oi Carlos, para os saudosos... este caça é lindo demais, tudo bem que ultrapassado, mas daria ainda um bom caldo.

Murilo Gonzaga disse...

Olá, Carlos. Acompanho o seu Blog há algum tempo e acho ele uma ótima fonte de pesquisas para entusiastas da arte bélica. Muito bom msm o Blog, parabéns.

Como vc descreveria um comparativo entre F-16C/D Block 52 e o Mirage 2000-5 MK2? Quais as vantagens e desvantagens quando se compara os dois vetores?

Vlw,Carlos.

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Murilo. Obrigado!
O Mirage 2000-5 MK-2 é um caça superior em combate aéreo ao F-16C. Essa superioridade ocorre na arena de médioo alcance BVR. O radar do Mirage é melhor e permite lançar até 4 mísseis MICA simultaneamente contra 4 alvos distintos.
Porém o F-16 é mais flexivel na variedade de armas integradas ao modelo. A capacidade de ataque a alvos terrestres do F-16 é superior tanto pela variedade de armas , como pela precisão, certamente bem superior ao do Mirage.
Abraços

by Johse - enxovais so medida disse...

Ola carlos Parabens pelo blog.
Queria saber se pode haver, ou se ja se cogita a integração do rafale com o r-99 apoi de informação como ja acontece com os super tucanos.

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Johse.
Obrigado!O rafale, hoje n]ao está integrado por data link ao sistema Erieye do R-99. mas se ele for escolhido, mesmo, certamente o rafale terá que ser integrado ao sistema do R-99. O Brasil está desenvolvendo um sistema próprio de data link é é o Link BR. O FX deverá usar este sistema.
Abraços

Wilson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Wilson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Wilson disse...

Vc acha que que se a argentina adiquirisse o Mirage 2000C (com armamentos magic 2 e Super 530D)ela teria alguma chance contra os harrier GR.7/9 britanicos se houvesse um novo conflito entre eles?
Os A-4AR são bons contra os harrier?


Abraço e parabéns pelo belissimo blog!!!!!

Wilson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Wilson. Na verdade os Ingleses usam caças Typhoon nas Falklands. Se os argentinos se aventurassem em uma guerrinha ali, os hermanos seriam varridos do mapa e ficariam, de vez, sem forças armadas. Mesmo assim, seguindo sua pergunta, certamente que os Mirage 2000C, pilotados pelos argentinos, levariam a pior contra os harriers, não por que estes últimos sejam bons, embora sejam mesmo, mas por causa dos pilotos britânicos serem ótimos e muitíssimo bem treinados.
Obrigado pelo elogio.
Abraços

Wilson disse...

Qual é a saida da Argentina então?

Carlos E. Di Santis Junior disse...

A saida seria tentar, diplomaticamente, uma vez que a Argentina está quebrada e investe muito pouco em suas forças armadas. A inglaterra possui uma força militar muito numerosa e de grande capacidade. nenhumka nação sul americana (incluindo o Brasil) aguenta os ingleses numa guerra total.
Abraços

Joathan disse...

Carlos, ótima matéria. Parabéns.
Senhor, em sua opinião qual caça é melhor:
o Mirage 2000C x Hornet?

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Joathan. tecnicamente, o Mirage 2000 é mais capaz. mas acho o hornet mais bonito hehehe
Abraços

danilo.veneza disse...

carlos,
o Blog e mto bom.
agora me tire um duvida : e possível detectar um caça de 5 geração e destrui-lo? (possível para o brasil?), se possível, como se faz?

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Ola Danilo. Obrigado
O Brasil poderia detectar um caça stealth com seu E-99 Erieye e passar os dados de posicionamento por datalink para um caça F-5M. Porém, as chances de vitória seriam baixas pois o caça stealth, muito provavelmente, estaria no ataque e não na defensiva, já que ele pode se aproximar muito antes de ser detectado.
Abraços

danilo.veneza disse...

carlos,
considerando a agilidade e tecnologia de um caça stealth, os mísseis do arsenal brasileiro poderia derruba-lo? (derrubar o caça stealth?)

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Danilo. Poder, até poderia... Mas é muita teoria... Na pratica, nossas armas, hoje, e nossos caças, são muito limitados. Por isso defendo a compra do rafale. Ele é muito mais avançado do que usamos hoje.
Abraços

oliver disse...

o Brasil não poderia adquirir uns 60 caças mirage-5 semi novos dos EAU já que eles querem devolver ara a frança para comprar os rafale???

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Oliver. Poder, até poderia, mas esta solução não é a melhor para o Brasil. precisamos de aeronaves mais modernas.

natan amaral disse...

tenho uma duvida ! há otimo blog ! os emb 314 super tucanos são um avião militar de 5°geração ? ou de tecnologia avançada ? se forem não seria melhor comprar caças antigos tipo uns 200 e colocar a tecnologia do tucano ?? abraço !

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Natan Amaral. O Super Tucano é um turbohelice. Sua função é treinar pilotos novatos e servir a missões de ataque leve,assim como interceptar pequenas aeronaves de hélice usada por traficantes. Entre nesse link: http://aircombatcb.blogspot.com/2008/02/embraer-at-29-super-tucano-os.html
e verá que o Super Tucano não é um caça e sim uma aeronave de treinamento.
Abraços

Wilson disse...

Olá Carlos!!

Os mirages da FAB estão operacionais? Pergunto porque na posse da atual residente Dilma Russeff eu não os vi, só vi os F-5EM dando rasantes. E como anda o F-X2?

Abraço.

Carlos E. Di Santis Junior disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Wilson. Sim. os Mirages estão operacionais. Porém, há boatos que a disponibilidade do modelo é baixa na força. O FX está suspenso até a Dilma decidir qual será o caça a ser adquirido.
Abraços

Wilson disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Wilson disse...

Olá Carlos!!!

Quando o resultado do F-X2, que houve um novo adiamento e rumor para 2012, poderá acabar em um apagão em nossa defesa aérea. Pelo que sabemos o Rafale está quase escolhido embora o preferido seja o Gripen NG. Agora minha pergunta: Caso o Rafale Seja adiquirido, o Brasil poderá adiquirir um ou dois esquadros dos Mirage 2000-9 que os EAU estão querendo passar, para que não tenha o apagão (os F-5 não tem alcance)?

Abraço e parabéens pelo respeitoso Blog!!!!

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Wilson. Obrigado pela congratulação.
Soube que os oficiais da FAb não tem, por enquanto,, interesse nesses Mirages 2000-9 dos EUA. Isso parece noticia plantada....
Abraços

Wilson disse...

Carlos os Mirage 2000C tem alguma chance nos dias de hoje em um combate aéreo? Se ele é defasado porque hoje a França ainda usa 80 Mirage da versão C?

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Wilson. O Mirage 2000C pode ser usado sim em combate aéreo, principalmente contra uma força aérea de pequeno porte. Os franceses andaram modernizando seus Mirage 2000 C para o padrão -5, muito mais capaz.
Abraços

Wilson disse...

Olá Carlos.
Os Kfir C.10 são bons caças? Como é seu desempenho e ele pode ser comparado com quais aeronaves?

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Wilson.
O Kfir C-10 é uma aeronave interessante. Ele possui um radar Elta M2032, cujo alcance pode chegar aproximadamente a 100 km. Este radar é superior aos Radares Grifo do F-5M brasileiro. O avião é mais rápido também. O Kfir C-10 tem desempenho de curva pouco superior a do F-5M, também. Porém não o considero uma alternativa para o Brasil. Entre ele e o Mirage 2000, por exemplo, prefiro o Mirage.
Abraços

Wilson disse...

Olá Carlos. O mirage 2000-5 pode ser equipado com misseis aim-9m e python 4?

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Ola Wilson. Ainda não. Para se poder armalos com estas armas seria necessário desenvolver o softwares de integração no Mirage. Isso é muito caro e dependendo da situação, pode não valer a pena.
Abraços

Wilson disse...

Carlos, voltando a falar sobre o kfir, ele teria alguma chance contra os m-2000-5, f-16c-50 ou eurofighter?

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Wilson.
Chance tem sim. Principalmente se o combate for para a curta distancia onde a presença de mísseis de 4º e 5º geração com capacidade off boresight são capazes de dar chance até de um F-5 contra um F-22 (exclusivamente em curto alcance).
Abraços

ROBSON AUGUSTO disse...

OLA CARLOS MEU NOME E ROBSON E NA MINHA OPINIÃO O PROGRAMA FX PODERIA SER RESOLVIDO COM UMA ALTERNATIVA BEM SIMPLES. EXISTEM EXCEDENTES DE MIRAGE 2000 EM PELO MENOS 4 PAÍSES OK , POIS BEM O BRASIL PODERIA COMPRAR ESTES AVIÕES E MODERNIZA-LOS PARA O PADRÃO 2000-9 TERÍAMOS 100 CACAS DE ULTIMA GERAÇÃO COM AS MESMAS CARACTERÍSTICAS DO RAFALE E PELO MESMO PREÇO O QUE VOCÊ ACHA?

ROBSON AUGUSTO disse...

OLA CARLOS, POR QUE O BRASIL NÃO COMPRA OS EXCEDENTES DE MIRAGE 2000 DE GRÉCIA,QATAR,FRANCA E EGITO E MODERNIZA PARA O PADRÃO 2000-9. TERÍAMOS 100 CACAS OU MAIS COM AS MESMAS CARACTERÍSTICAS DOS RAFALE E PELO MESMO PREÇO. O QUE VOCE ACHA ??

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Robson.
O Mirage 2000, assim como o excelente Rafale, são caças caros de operar. Infelizmente o Brasil possui um governo que não é muito sensível a esta causa e por isso precisamos pensar em aeronaves mais econômicas.
O MIrage 2000-9, melhor versão do famoso e ultimo caça da dinastia Mirage, é, ainda, inferior em recursos eletrônicos, além de desempenho ao Rafale.
Minha solução para a FAB é apresentada nesta materia de minha autoria: http://aircombatcb.blogspot.com/2011/06/modernizacao-capacidade-de-combate-da.html
Abraços

Wilson disse...

Olá Carlos.

O mirage 2000-9 é páreo aos caças ef-2000 f-18sh e su-30? E nas missões de bombardeiro ele casa estragos significantes?

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Wilson.
O Mirage 2000-9 daria muito mais trabalho para estes caças que você mencionou do que nossos F-5M.... tenha absoluta certeza disso. Seu radar é muito melhor que o do F-5 e sua capacidade de ataque multi alvo pode fazer um estrago ainda nestes caças de 4º geração. Mas o ideal seria se fosse possível integrar um míssil ar ar de curto alcance de 4º geração como o AIM-9X ou o A-Darter que o Brasil está ajudando a desenvolver na Africa do Sul.
O que eu quero que seja entendido é que o Mirage 2000-9 é um bom avião... muito superior ao que usamos hoje. Mas ele é inferior ao Typhoon e ao Rafale, quando tratamos de combate ar ar.
Como atacante, lançando armas ar superfície, ele é bastante perigoso pois é qualificado para lançar misseis Apache, de cruzeiro.
Abraços

Osasco .22 disse...

Eae, blz?

Acrescentando há minha pergunta sobre o AMX, se o nosso governo tivesse investido na criação da versão mk-10 do F-2000, teria sido melhor do que FX-2?

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Com certeza, não. O Mirage 2000 é uma aeronave antiga e mesmo que suas versões modernizadas sejam bastante efetivas, a verdade é que estão no fim de sua vida util. O ideal, teria sido o programa FX ter sido executado em pouco tempo, ao invés de ter ficado se arrastando tantos anos de forma vergonhosa.
Abraços

Wilson disse...

Olá carlos...
O kfir c.10 é um dos irmçaos do mirage 2000 e tenho algumas duvidas a respeito de suas configurações de armamentos, sei que o C.10 pode levar 2 python 3/4/5 + 2 Derby para defesa aérea... Gostaria de saber quantas bombas guiadas ele pode carregar juntamente com o litening e quantas bombas burras, estando com misseis ar-ar para autodefesa e tanques de combustivel.

Abraço!!!

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Wilson.
O Kfir poderia transportar 5 bombas LGBs, junto com m pod de designação de alvos. Sobre bombas burras, dependendo do modelo e tamanho, até 12 poderiam ser transportadas.
Abraços

ALan disse...

ALAN...
quatos caças de quarta geração o brasil precisava hj para defeder o espaço aereo?quantos rafale?

ALan disse...

porque o brasil pela potencia quier! nuam invetes em caças de 5º geraçao como SU-47 e F-35 ou talvez F-22 mais moderno....

ALan disse...

ALAN...
quatos caças de quarta geração o brasil precisava hj para defeder o espaço aereo?quantos rafale?

ALan disse...

ALAN...
quatos caças de quarta geração o brasil precisava hj para defeder o espaço aereo?quantos rafale?

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Alan.
Eu considero, que no mínimo, deveríamos ter 72 caças do FX. O Brasil não investe e caças de 5º geração por varios motivos. s principais são, a urgência de se ter um novo caça, em um momento em que caças de 5º geração ainda não estão disponíveis para entregas rapidas. Seu elevado custo e o risco de se usar um avião ainda não testado em combate.
O certo seria comprarmos 36 caças de 4º geração como o F/A-18E Super Hornet, e na sequencia, entrar em um programa de desenvolvimento de um caça de 5º geração como o PAK FA T-50, russo.
Abraços

Adriano disse...

Boa noite Carlos.
Ótima matéria como sempre. Li notícias em blogs que o governo ainda estaria de olho nos Mirage 2000-9, me diga o quanto isto procede?
E se adquirir seria algo interessante para depois partir pra o T-50 russo, usando junto dos F-5M e A-1M? Ter os 60 Mirage dos EAU pra fazer até um novo GDA, e integrar o que já esta sendo usados nos F-5M e A-1M nesses M2000-9 seria interessantes?
Boa noite e tudo de bom!

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Adriano. A história dos Mirage 2000-9 procede sim. Os responsáveis pelo FX andam de namorico com o EAU para possível compra desses aviões, assim como compra de caças F-16 usados. Eu, particularmente ou contra e prefiro que se compre logo o Super Hornet. Eu percebo um grande preconceito contra equipamentos russos e a falta de interessem em mudar a cadeia logística da aviação de combate com equipamentos de procedências diferentes que a americana ou a francesa. Por isso não ponho fé que o Brasil entre em acordo para aquisição do T-50.
Abraços

LORD DAVY disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
LORD DAVY disse...

Me tira uma duvida que eu tenho a muito tempo, essa aeronave ainda esta em uso no Brasil?Se sim devido ao grandes armamentos de outros paises ele pode ser considerado com ultrapasado?

Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Lord Davy. O Brasil usa 12 MIrages 2000 sendo 10 da versão C e 2 da versão B (biplace. Ambos os modelos, são completamente obsoletos. São versões fabricadas no final dos anos 80 ainda. Embopra sejam ageis caças, e com altissima velocidade, são mal armados e equipados. Foram adquiridos as pressas para preencher as necessidades de defesa aérea uma vez que os Mirages III EBR (F-103) haviam chego ao fim de sua vida útil e nosso imundo governo comprometeu a capacidade de defesa aérea sem ter decidido o FX-1. Depois disso abriram o FX-2 e ai já sabemos a ladainha que está. Não são capazes de vencer os caças F-16 Chilenos, e Flankers da Venezuela. O Peru está modernizando seus MIG-219 e por isso, nem estes modelos, nossos Mirage podem enfrentar com segurança.
Abraços

LORD DAVY disse...

Obrigado!

Unknown disse...

E agora, a frança vai fazer a transferencia de tecnologia ao BRASIL dessas aeronaves compradas?? e o BRASIL vai poder fabricar avioes com essa tecnoogia???

Carlos E. Di Santis Junior disse...

A França diz sempre que a transferêcia de tecnologia é total e irrestrita, porém, cabe sempre lembrar que eles estão tentando vender o peixe deles e falam o que quiser. Na pratica alguns componentes do Rafale são norte americanos e não poderiam ser produzidos no Brasil ou ter sua tecnologia transferida. Outra coisa. Se o Brasil fosse construir caças ele teria que gastar muito mais que o valor desse programa FX que não sai pois o governo tem "pena" de investir nesse setor.imagine a resistência de se investir o dobro do valor do FX pata construir um caça.
Abraços

Mateus S. Souza disse...

Muito show! Depois dos aviões russos, eu adoro os Mirage!Tenho 3 coisas para colocar ali;

1- Há uns 2 anos um país árabe estava ofertando 20 Mirage 2000 melhores que os nossos por bem menos do que pagamos á França e ainda sem necessidade de modernizar, mas não lembro certo a versão nem o vendedor.Porque o nosso governo não comprou? Valia a pena (se acaso você lembra da oferta)?

2- Falaram ali da capacidade do Brasil em derrubar um Stealth, como não temos essa capacidade se até a Sérvia derrubou 1 na Guerra do Kosovo EM 1999? É porque nós não temos o tal radar de longo comprimento de onda nem o míssil SA-3 Goa ou algo do tipo?

3- Sugiro fazer post sobre o nosso amado MIRAGE III BR, tanto da FAB como do resto das forças aéreas que o operaram. Não achei ele no site e é um avião que não poderia faltar, afinal, foi nossa espinha dorsal de defesa aérea por décadas.


Carlos E. Di Santis Junior disse...

Olá Mateus. Os Mirages 2000-9 que foram avaliados são do Emirados Arabes Unidos. São os mais modernos Mirages já construídos, porém seu custo é alto. Principalmente para manter eles em condição de voo. O Emirados está namorando o rafale e a França chegou a tentar intermediar essa compra pelo Brasil, para facilitar a venda de rafales para o país árabe. Atualmente, a FAB tem considerado esses Mirages novamente.
O Brasil não tem mísseis antiaéreos de médio ou longo alcance. Nossa capacidade antiaérea é de fazer rir até para os países sul americanos.
O Mirage III poderá ser, num futuro de médio prazo, foco de matéria no blog. Não vou fazer esta matéria antes pois a prioridade ´são os sistemas de armas modernos.
Abraços

Mateus S. Souza disse...

Obrigado por tirar as dúvidas. ABÇS

Mateus S. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mateus S. disse...

Olá Carlos.Li num site de defesa que Taiwan estaria tirando seus Mirage 2000 de ação por serem muito caros de manter... No meio aeronáutico, vemos muitas explicações controversas sobre os aviões. Quando lançado, o 2000 era tido como um dos mais baratos jatos de combate e países pequenos (economicamente) o adquiriram. Fala-se que o 2000 custa até 3 vezes mais em manutenção do que o F-16... Seria real essa afirmação de que sua manutenção é tão cara? Como o brasil mantém os seus?

Carlos E. S. Junior disse...

Olá Mateus.
O MIrage 2000 é mais caro de manter que o F-16... isso é fato conhecido. Porém, o Brasil fez uma compra para usar por pouco tempo os seus Mirage, e por isso, no contrato, não havia previsão de manutenções mais complexas e fornecimento de peças, o que, obviamente, levou a um contrato de baixo custo. O rafale não vence as concorrencias por causa desse legado de altos custos dos franceses... Isso estigmatizou os franceses, queimando seu filme.
Abraços

Pedro Afonso disse...

Olá Carlos,gostaria de sugerir uma matéria que forneça um balanço sobre os meios disponíveis empregados pelas principais forças aéreas do mundo(sei que seria meio longa)expondo quantos e quais dessas fantásticas maquinas eles utilizam para sua defesa,acho que isso ajudaria a termos ciência de como esta o equilíbrio bélico e geopolítico que o poder aéreo fornece,
Abraço.

Lucas disse...

Olá Carlos.
Estava pesquisando, e li sobre o projeto do mirage 4000, então gostaria de saber, se houvesse vontade política, o seu projeto poderia ser adquirido?
Será que a partir dele poderiamos criar um moderno caça de 4 geração e após isso uma versão de 5 geração com os conhecimentos adquiridos?
Abraços.

Carlos E. S. Junior disse...

Olá Lucas. O Mirage 4000, do qual se conbstrui um protótipo, era uma aeronave formidavel para sua epoca. O Mirage 2000, embora mais simples e sendo uma solução de menor custo que o grande Mirage 4000, acabou sendo, mais formidavel ainda. Penso que não seria interessante adquirir aquele projeto. Se fosse para ser dessa forma, pegando um projeto antigo, seria mais coerente ter dado a vitória do FX paraa França, a 10 anos atrás, quando ela participava do FX 1 como o Mirage 2000 BR que seria fabricado aqui através de transferência de tecnologia. Mesmo com essa tecnologia nas mãos, os baixos orçamento de defesa direcionado a compra de material ou a desenvolvimento nunca nos dariam condições de desenvolver uma aeronave de 5º geração. Os russos nos ofereceram participar do Pak Fa, ainda a um mês atras, pela segunda vez (isso já tinha sido feito a alguns anos atras, mas nossas autoridades, políticas e militares, não se interessaram.Embora triste, a verdade é que nosso país nunca sairá da condição que está agora usando material obsoleto ou com pouquíssimos meios efetivamente modernos, pois as forças militares se tornaram uma forma de dar um "cabide de emprego" com facilidades presenciarias para oficiais de alto escalão.
Abraços

Lucas disse...

Obrigado Carlos.
Na europa ta começando a pipocar projetos de aviões não tripulados como o neuron, que visam substituir o rafale e typhoon por volta de 2030, então gostaria de saber: No combate aéreo futuro, você acha que esses drones ou ucavs vão ter uma supremacia aérea?
Serão capazes de combater de forma eficaz caças de 4 geração ou mais?
Abraços.

Carlos E. S. Junior disse...

Olá Lucas. Eu acredito que o futuro em meados de 2030 haverão aeronaves tripuladas fazendo missões ar ar e aeronaves não tripuladas, a jato dividindo as tarefas ar terra com outros aviões tripulados. Não acredito que haverá uma substituição total de aeronaves tripuladas pelas não tripuladas em todas as missões.
Abraços

Lucas disse...

Obrigado Carlos.
A índia tem uma grande variedade de caças, de várias origens e modelos, e pensando aqui me surgiu uma dúvida: Você acha que é arriscado um país manter uma força aérea dependente de apenas um fornecedor exterior?
Abraços.

Carlos E. S. Junior disse...

Olá Lucas.
O risco é relativo a cada caso. O Brasil por exemplo, quer se tornar um player global e por isso vai acabar entrando em conflitos econômicos e políticos com vários países, conforme a dinâmica das relações internacionais flui. Assim considero salutar a manutenção de uma linha de fornecimento de material de defesa em mais de uma fonte. manter uma industria própria de defesa seria muito bom, mas é uma utopia, considerando o descaso escancarado que o governo mostra com o assunto no país. Então, na pratica, sempre vamos depender de fornecedores estrangeiros. Os franceses são caros, os russos, tem uma filosofia logística diferente... os americanos embargam com facilidade o envio de peças a qualquer sinal de desentendimento... Hoje, eu considero que na aviação, o Brasil deveria ter caças russos e desenvolver um trabalho para facilitar a manutenção destes aviões, cujas peças são todas russas, em sua maioria.
O comando da FAB discorda totalmente dessa minha opinião.... Mas é assim... eles devem ter um ponto de vista com valores diferentes dos que eu cultuo.